Logo Warface

Finalista do Open Cup – Saiba mais sobre o Nagazaki

2018-01-29 18:00:19 - eSports

Participando de várias partidas desde 2013, Luis Fernando decidiu se arriscar no cenário competitivo. E com isso, notou um grande potencial adormecido dentro de si. Com isso, em conjunto com o feerwOw, criou a equipe Whos.Next (hoje chamada Black Dragons).

Focado em evoluir suas técnicas e deixar seu nome na historia de WF, Nagazaki iniciou sua busca por outros que complementariam o time. E que forma melhor de recrutar a galera do que jogar ainda mais? Após analisar o estilo de vários jogadores, ele e seu parceiro foram capazes de montar o time que, no futuro, acabaria vencendo todos os adversários do campeonato Open Cup.

E antes que o Nagazaki e seus parceiros partissem para o outro lado do globo, reunimos a galera para um bate-papo especial. Veja só o que saiu dessa conversa com o Fuzileiro do time:

 

A gente sabe que o arsenal de Warface é bem extenso. Mas qual é aquela arma que sempre terá um espaço garantido no seu coração e no seu inventário?

A Beretta ARX160. Ela tem muita versatilidade, tanto funcional para dar headshots quanto para matar com ela atirando diretamente no peito do adversário.

 

Agora, na hora de juntar o time e botar pra quebrar, qual é o mapa que você sempre faz questão de jogar?

O District. Ele é bem amplo, e ainda tem várias possibilidades táticas.

 

Agora, de todas as missões Cooperativas que estão disponíveis no jogo, qual é a que mais chama a sua atenção?

A missão Chernobyl. Tem duas coisas que eu gosto nela: o grau de dificuldade e o nível de complexidade exigida para completá-la com sucesso.

 

E quando está longe do PC, o que você mais gosta de fazer? Você tem algum hobby específico?

Costumo assistir algumas séries ou gameplays de outras pessoas do competitivo e de outros jogos.

 

Qual seria o talento que te define?

Persistência, confiança e versatilidade dentro dos jogos. Não desisto fácil e sempre tento encontrar alguma maneira diversificada de atingir meus objetivos.

 

E o que você almeja para o futuro?

Vencer, crescer e me tornar influente no cenário competitivo em que eu atuar.

 

Pra finalizar, deixe uma dica pra galera que pensa em fazer parte do cenário competitivo.

Evoluir como equipe é algo que demanda tempo. Então, se seu time não se encontra em uma situação tão favorável agora, pare, reflita e prossiga, apontando erros de forma construtiva. Foque no progresso, tendo em vista que, em algum momento, ele ainda pode ser de vocês.

 

Esta foi a apenas uma das entrevistas com os finalistas da Open Cup, mas você pode conferir todas as outras aqui!

Equipe Level Up